Slide38.JPG
Think Global Link.jpg

 

 

Num mercado cada vez mais global, em que multinacionais e marcas do mundo todo estão presentes no mercado brasileiro, a exportação torna-se uma saída para quem quer ser competitivo.

 

Rodrigo Solano

rsolano@thinkglobal.com.br

 

Exportar é ampliar mercados e desenvolver a competitividade, seja para o mercado global seja para o mercado nacional. Seguem alguns passos para desenvolver sua maturidade exportadora:

 

1 Conheça os procedimentos básicos – Existem diversos organismos que podem ajudar com informações sobre como exportar, entre eles o Ministério das Relações Exteriores e o Ministério do Desenvolvimento. Links recomendados: Exportação Passo a PassoAprendendo a Exportar  

 

2 Saiba Onde Buscar Apoio – Sua empresa pode ter apoio na capacitação e em ações de promoção comercial como feiras, rodadas de negócio etc. Para isto é importante estar cadastrado à rede de entidades que representa o seu segmento de atuação junto à ApexBrasil – Agência Brasileira de Promoção às Exportações e Investimentos e à Federação das Indústrias no seu Estado. Muitas das associações setoriais que possuem convênios com a Apex-Brasil já têm um sistema de classificação e orientação de acordo com a sua Maturidade Exportadora. 

 

3-  Escolha Onde Atuar - É essencial eleger seus mercados-alvo a curto, médio e longo prazos. Muitas vezes as empresas iniciam suas exportações para os mercados mais próximos como os da América do Sul por exigirem menos adaptação de produtos. É importante, porém, pensar na perenidade da atuação e diversificação de mercados, incluindo as perspectivas em mercados mais maduros.  

 

4- Conheça seus mercados – É importante conhecer seus próprios produtos e destacar as vantagens competitivas que podem ter nos mercados em que deseja atuar. Informações como o tamanho de mercado (quantos compradores potenciais existirão para seu produto), análise da concorrência, tendências e características culturais são essenciais neste passo.

 

5 Tenha um bom planejamento – O planejamento é essencial para o sucesso nas exportações. Ter um departamento de exportação com alguém que fala inglês e conhece os trâmites burocráticos não é garantia de êxito. A empresa como um todo deve pensar em exportar. Ou seja, a exportação deve ser parte do plano operacional, financeiro, do marketing, da área de produtos e serviços e principalmente da alta gestão da empresa. Nesta fase talvez seja necessário buscar apoio junto aos órgãos competentes e/ou consultorias especializadas.

 

6- Tenha um conceito de Branding Global – Tome cuidado com sua marca e seu conceito de Branding usados no Brasil. Dificilmente você consegue emplacar o conceito nacional da sua marca nos mercados internacionais. É importante escolher nomenclaturas de simples pronúncia em outras línguas e atentar para o que pode ter conotações negativas em mercados importantes, além de cores, formas e estética. Nem tudo o que é óbvio para nós brasileiros, é necessariamente óbvio nos mercados internacionais. Caso não tenha uma equipe experiente em desenvolvimento de branding, o ideal é contratar uma empresa experiente e especializada.   

 

7- Adapte a comunicação e construa sua marca - Todo o material que contenha informações sobre seu produto precisa estar adaptado à língua e à cultura dos mercados-alvo para potencializar os resultados. Idioma, fontes, layout em embalagens, catálogos, inclusive o site e outros materiais promocionais devem comunicar seu produto de maneira eficaz e diferenciada. Todo este conjunto de materiais emite sinais que são interpretados imediatamente pelo cliente potencial, fazendo-o tirar conclusões do tipo: o produto parece ser bom, a empresa parece séria, agrada ou desagrada etc.  Construir sua marca é um dos grandes segredos para ter sucesso e fazer com que os clientes e consumidores desejem trabalhar com e consumir seu produto. Isto faz com que, em médio e longo prazos, seu produto dependa menos do fator preço. Ter um bom parceiro nos mercados de atuação e uma boa assessoria em comunicação que conheça o seu produto e os mercados aonde você quer chegar podem ajudar na construção da sua marca.

 

Claro que o mundo ideal algumas vezes exige investimento, mas antes de tudo, é preciso conhecimento. Com o conhecimento pode-se inovar e reduzir custos para ter sucesso na ampliação de mercados antes de investir para ser um Global Player!  Consulte-nos e saiba como ganhar neste processo!